O Que é?

Evolusa

Na procura de construir uma maior coerência interna nas nossas vidas, cada um de nós foi fazendo as suas escolhas individuais. Uns sentiam que não conseguiam tolerar as normas a que estavam sujeitos nos seus empregos ou na cultura local e familiar dos lugares onde viviam. Outros, não encontravam espaços comunitários estimulantes, que os ajudassem a responder às suas perguntas. E se uns não se sentiam bem a viver no ambiente acelerado e ruidoso da cidade, outros encontraram nela o espaço ideal onde podem desafiar os seus medos. Por diferentes caminhos, o questionamento individual juntou-nos ao redor de uma mesma vontade: compreender e aprender mais sobre os aspectos da nossa herança cultural que nos inibem de expressar plenamente o nosso potencial, quer enquanto seres únicos, quer enquanto comunidade.

Quando dizemos que o “português” ou a “portuguesa” “é assim e assado” e que “não vale a pena porque sempre assim foi e não vai mudar”, o que queremos dizer realmente? Quem é essa figura generalista que indicamos de cada vez que nos queremos referir a uma dada maneira de ser colectiva? E de que forma é que eu e tu, hoje, expressamos essa herança e contribuímos para a sua permanência? Temos lido e discutido alguns autores que falam sobre a cultura de Portugal e sobre o perfil dos portugueses.

Mas rapidamente percebemos que mais do que um debate intelectual, este questionamento impele-nos a um processo de treino muito implicativo e pessoal. Neste sentido, queremos partilhar com mais pessoas a nossa paixão por este projecto EvoLusa, que significa, a evolução da cultura.

Evoluir para que possamos expressar plenamente tudo o que temos para ser e para agir de forma consequente e transformativa, em tempos onde tantas situações de injustiça social e crise política, económica e ambiental, a desesperança e o sentimento de impotência parecem assombrar o olhar de tantas pessoas em Portugal.