Nossas Visões

Nossas visões para EvoLusa…


PEDRO MORAIS

pedroM

Evolusa é um movimento para o despertar do potencial criativo do ser humano a surgir em Portugal. Com um olhar atento sobre a cultura Portuguesa, reconhecendo as suas qualidades inerentes e valores intrínsecos e desafiando limitações e condicionamentos que inibem uma expressão autêntica, genuína e atenta, o Evolusa pretende dar voz a uma visão integral da vida e ser um catalisador de consciência nas suas mais variadas manifestações.

A necessidade e urgência de uma alternativa ao modelo competitivo e desumano em que vivemos, a consciência de uma maior responsabilidade social, económica, ambiental e educacional e o reconhecimento da existência de todas as capacidades, ferramentas, qualidades e potencial para que a mudança de que se ouve falar se torne uma realidade, fazem este projeto depender de todos nós; todos os que não se inibem de sonhar em grande, de viver de acordo com princípios elevados e que acreditam numa mudança profunda e radical.

Com uma visão orientada para o futuro, apoiando e inspirando a melhor parte que reside em cada um de nós, pretendemos criar uma nova cultura, uma cultura livre do medo, que ousa arriscar e envolver-se na participação de uma sociedade integral, ativa e dinâmica e criar uma revolução na forma como nos relacionamos uns com uns outros e com a própria vida.

Vamos abanar, acordar, integrar, transcender, cooperar e evoluir.


RICARDO GONÇALVES

ricardo.clara

Para mim Evolusa significa evolução da alma lusitana. Mas o que é que isso significa, verdadeiramente? Na cultura portuguesa há uma série de características que, de alguma forma, nos identificam e que estão presentes na maioria das pessoas deste povo. Algumas dessas características inibem a nossa livre expressão, crescimento e evolução, enquanto que outras nos permitem ir mais além, como fomos fazendo ao longo da história e ainda hoje o fazemos.

Um dos meus principais objectivos de vida é o de conhecer-me melhor, redescobrir quem sou, aprofundar os meus condicionamentos pessoais e culturais, de modo a poder escolher uma vida mais livre, crescer e evoluir. Desta forma, sinto que o Evolusa está completamente alinhado com a minha própria vida. O facto de explorar tudo isto com outras pessoas (portuguesas e estrangeiras), não só nos permite ver mais e melhor os obstáculos que estão no nosso caminho, como também nos permite apoiarmos-nos e inspirarmos-nos uns aos outros.

E não se trata de um projecto bairrista ou nacionalista, não defendemos que somos melhores ou piores do que outros povos, apenas queremos conhecer-nos melhor, de modo a podermos usar todo o potencial que reside na nossa alma e cultura, para apoiar o florescimento da Humanidade. Vivemos momentos críticos e decisivos, é hora de operarmos grandes mudanças e o futuro depende de cada um de nós, mas apenas poderemos transformar o Mundo se o fizermos juntos.

Por isso a tua contribuição é tão necessária e preciosa. O Evolusa precisa que mais pessoas se interessem em participar activamente neste movimento de consciência. Por um Portugal melhor, por um Mundo melhor e por um futuro mais sorridente…


RAQUEL PERDIGÃO

Raquel 1

O movimento Evolusa incita-me a evoluir como Portuguesa, não só com uma expressão única, mas também como um todo do qual eu faço parte. Um todo que não é apenas um país, mas também uma cultura, alma e paixão.

Permite-me conhecer tudo aquilo que eu sou nas variadas expressões como ser humano que nasceu nesta nação. O mais importante para mim neste movimento é que conhecendo todos os padrões sejam eles qualidades ou expressões não evolucionárias, eu posso fazer a escolha de como ser no Mundo. Eu escolho identificar-me com as características que permitem a evolução.

Este movimento não quer apenas ser feito por nós que o estamos a co-criar, ele quer expandir-se de uma forma evolutiva. Quer abrir-se ao questionamento e à partilha.

Quer crescer.

Queremos partilhar o quanto temos crescido, o quanto temos visto aquilo que somos e o quanto ainda queremos ver mais. Se te sentes impelido a esta visão, junta-te a nós neste movimento evolucionário!


SARA SILVA

11205019_10152874978853137_2147539912097669119_n

O Evolusa é um convite ao português para que se re-conheça a si próprio. Todos nós conseguimos cunhar algumas características como especialmente portuguesas. Características essas que vestimos e que constroem uma sociedade que faz escolhas, que por sua vez definem uma cultura, que por sua vez se exprime em todo o seu potencial criativo ou destrutivo. Na génese, podemos reconhecer sempre a Liberdade, que nos impele a aceitar os nossos sonhos mais loucos como nossos de concretizar e a vida como nossa para ser vivida e partilhada.  É na descoberta desta génese que assenta a vontade do Evolusa alavancar a co-criação de uma cultura portuguesa cada vez mais conhecedora se si própria.


SARA ROCHA

sararocha

O projecto EvoLusa é uma oportunidade única de investigação humana, prática e conjunta. Nos últimos dez anos tenho tido oportunidade de participar em vários projectos colectivos e de experienciar as aprendizagens positivas e os desafios de trabalhar em equipa. Por entre a pluralidade de pessoas, perspectivas e contextos que conheci neste percurso, tenho observado a existência de algumas características relativamente comuns, umas muito positivas e outras nem por isso. E tantas vezes parece que chegamos a um ponto em que a sustentabilidade de tanto esforço e dedicação é tão difícil construir e manter porque… o difícil são sempre as pessoas! Mas, por algum motivo, recuso-me a aceitar esta fatalidade. O que alimenta então um grupo? O que o sustém ao longo do tempo, sem que se torne rígido e dogmático, mas que seja consequente? E será possível estar envolvida em algo onde não tenho de separar o que sou do que faço? E como é que isso se faz? O EvoLusa é um projecto altamente implicativo por este motivo, pois assumimos ser cobaias de nós próprios, e altamente estimulante, pois tenho descoberto pensadores e perspectivas sobre o lugar onde nasci que vieram colocar em questão a pequenez com que via as minhas potencialidades e as do meu país.

PETER BAMPTON

pete

A inspiração para catalisar a iniciativa EvoLusa, veio do meu amor crescente pelas belas qualidades humanas que tenho vindo a presenciar nas pessoas portuguesas, que participam nos eventos e retiros do Projecto Vida Desperta. Eu vivi quase 25 anos em comunidades internacionais dedicadas à transformação humana e apercebi-me da receptividade, humildade e pureza de coração nesses portugueses que estavam à procura de novas possibilidades, algo que considero muito raro e refrescante no mundo ocidental. Mas, ao mesmo tempo, também comecei a ver os enraizados contractos sociais subjacentes e os padrões de inferioridade, passividade e inércia que asfixiam e inibem o desabrochar completo do potencial imenso que eu vejo neste pequeno país. À medida que fui partilhando isto com os meus amigos e alunos portugueses, eles identificaram-se muito profundamente com as minhas percepções e intuições. Era óbvio que algo muito vivo, e mesmo revolucionário, tinha sido libertado e claramente queria nascer das nossas explorações partilhadas.

Foi assim que nasceu a iniciativa designada Evolui Lusitânia – EvoLusa. Originalmente a ideia era criar um documentário profissional, mas, embora eu tenha entrevistado muitas pessoas, o conhecimento e os fundos necessários nunca chegaram para tal. Mais recentemente, através da nossa sinergia co-criativa, tornou-se claro que o EvoLusa quer ser uma espécie de movimento contínuo de inquérito partilhado, na libertação do espírito de Portugal. Algumas pessoas podem interpretar isto como uma orientação nacionalista, mas este não é de todo o caso. Tal como o poeta Fernando Pessoa e o filósofo Agostinho da Silva intuíram, as melhores qualidades do carácter português almejam a universalidade, tolerância e a um abraço particularmente caloroso de toda a família humana.

Assim, a nossa intenção é criar uma série de mini-documentários de 15 minutos, destacando diferentes temas do carácter português e apresentando iniciativas inspiradoras e progressistas. Juntamente com cada filme, iremos escrever artigos num blog e organizar eventos ao vivo, centrados em cada tema. Deste modo, esperamos catalisar um novo debate cultural entre portugueses progressivos.